quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

UMA NOVA CAMINHADA

O ano de 2007 foi cheio de surpresas, muitas batalhas no plano político superadas. O cotidiano parece não ter sofrido demasiadas alterações, mas os caminhos para uma nova sociedade deve ser permanentemente construidos e não pode esmorecer diante a qualquer dificuldade.
2008 é ano eleitoral, momento de reflexão nas urnas. Politica se faz a todo momento, não apenas na eleiçao. Que nossa comunidade abra os olhos e veja de fato que aquilo que a midia burguesa chama das "minorias", na realidade é a maioria, que organizada e unida se junta para mudar o mundo.
Avante na luta. Em busca do Socialismo!!!

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

FABRICIO NA REUNIÃO DA UNE

Fabricio participa do Seminário de Gestão da UNE
Atividade aconteceu no Clube de Regatas Tiête em São Paulo

Reunidos em São Paulo durante o último fim de semana durante o Seminário de Gestão da UNE, cerca de 100 lideranças do movimento estudantil engajados em conjunto com a reunião da diretoria plena da União Nacional dos Estudantes, aprovou o planejamento político da nova gestão da entidade no período de 2007 a 2009.

Fabrício Lopes esteve presente a atividade em conjunto com o Secretário Estadual de Juventude do PSB, Danilo Otto, a fim de acompanhar os novos rumos da entidade que ambos afirmar ser a mola propulsora dos debates estratégicos da nação.

Além de Fabrício e Danilo, estiveram presentes as atividades diversas lideranças socialistas que compõem a diretoria da entidade. Entre eles destaque para Rilden Ramos (RJ), vice-presidente da UNE, Márcia Rebeca (AM), Fabrício Machado (TO) e Bruno da Mata (BA), diretores da entidade.

Ao final foi elaborado e aprovado documento que destaca o importante papel que esta "geração dos 70 anos da UNE" tem tido para a renovação e diversificação dos fóruns e espaços de organização da entidade e o fortalecimento da rede do movimento estudantil.

O planejamento reforça ainda da entidade junto a Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS) e em campanhas importantes como a legalização do aborto, contra a homofobia, o racismo e a redução da maioridade penal.

As lideranças aprovaram a Carta Che Guevara que em seu principal ponto diz respeito à campanha da UNE "Mudar a Política para Mudar o Brasil", uma mobilização nacional contra a corrupção e por uma reforma política que terá início no próximo dia 25 de outubro, com uma passeata pelas ruas do Rio de Janeiro.

A partir do Seminário outras campanhas da UNE estão sendo convocadas, como a série de manifestações pela regulamentação do ensino privado, na semana de 5 a 9 de novembro; e o Boicote ao próximo Exame Nacional de Avaliação do Desempenho do Estudante (Enade), dia 11 de novembro.

terça-feira, 9 de outubro de 2007

FABRICIO EM ITAPEVI - SP

Fabrício participa do "Dia do Estudante" em Itapevi - SP
Evento reuniu mais de 15 mil jovens e diversas lideranças.


Na noite da último sábado (06/10), o jovem socialista Fabrício Lopes esteve presente ao III Show do Dia do Estudante realizado na cidade de Itapevi – SP. O evento, realizado pela União dos Estudantes de Itapevi, contou com a participação de Filosofia Reggae, Forrueiros, DJ Edu Brussi, DJ Copini, DJ Fybers e DJ Anders Alves. Todos tocaram para uma platéia de mais de 15 mil jovens.

O presidente da UEI, Paulo da Costa, frisou a importância da união de forças entre a entidade estudantil e o governo municipal. Lembrou ainda que este passo é mais um dado rumo às conquistas tão sonhadas pelos jovens do município.

Fabrício destacou que o trabalho dos jovens de Itapevi está no caminho certo. "Durante anos a juventude se comportou de forma desorganizada e não mostrou a mesma garra dos anos 80. Esta é mais uma prova de que quando existe predisposição em começar sempre tem alguém para ajudar.".

A prefeita, Dra. Ruth Banholzer, também esteve presente à comemoração e integrou o coro sobre a necessidade da organização dos jovens. Segundo a prefeita, era um privilégio sem precedentes dividir o amadurecimento político e a festa estudantil com vários municípios que estiveram presentes ao evento, dentre eles Cubatão.


terça-feira, 11 de setembro de 2007

FRENTE DE ESQUERDA

Fabrício Lopes presente no
lançamento da Frente de Esquerda

Militante socialista esteve entre as grandes lideranças da esquerda nacional

No ultimo dia 3 de setembro mais de mil pessoas lotaram o Palácio do Trabalhador, auditório do Sindicato dos Metalúrgicos na capital paulista, para o lançamento da Frente de Esquerda, que reúne PSB, PDT, PCdoB, PHS, PRB, e PMN. O Evento contou com a presença de diversas lideranças de expressão nacional. O deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT/SP), que abriu o evento que reuniu, entre outras lideranças políticas, os deputados federais Ciro Gomes (PSB/CE), Luiza Erundina (PSB/SP), Manuela D Ávila (PCdoB/RS) e Aldo Rebelo (PCdoB/SP), o ministro dos Esportes Orlando Silva e o vice-presidente nacional do PSB, Roberto Amaral.

Os presentes fizeram suas avaliações sobre o evento e a Frente de Esquerda. Na avaliação de Ciro Gomes (PSB/CE), "ser de esquerda no Brasil, aqui, agora, é ter coesão, disciplina e lucidez para transformar o país que hoje possui a economia mais desigual e injusta com a classe trabalhadora". "A Frente de Esquerda tem essa missão, mudar essa realidade", concluiu.

A deputada Luiza Erundina (PSB/SP) ressaltou em seu discurso a liderança e a capacidade política do colega Márcio França, por conta da criação do Bloco de Esquerda. "A frente é definitivamente o que há de novo na política brasileira e o que nos move não é o poder, mas sonhos e utopias", comentou.

Já o presidente em exercício do PSB, Roberto Amaral, ressaltou que a frente está "abrindo uma estrada difícil de ser trilhada e serão os militantes os grandes responsáveis pelo sucesso do bloco neste caminho".

Fabricio interpretou o momen to como construtivo à nação "é com alianças assim que vamos reafirmar o papel histórico da esquerda mundial, em resgatar dignidade humana e oferecer algo palpável para as futuras gerações".

O líder do PSB na Câmara dos Deputados e presidente da Executiva paulista, deputado Márcio França (SP), encerrou o evento, lembrando que a frente "não é o sonho de uma pessoa, de um partido, mas de todas as lideranças e partidos de esquerda, dos militantes".

Em 2008, a frente lançará candidatos próprios a prefeito na maioria das cidades brasileiras, compromisso este também assumido pelos presentes ao evento.


quarta-feira, 5 de setembro de 2007

RETORNO DE BRASILIA

Cubatenses voltam da Jornada Socialista 40
Evento realizado em Brasília contou com diversas autoridades do País

A Jornada Socialista 40 teve seu desfecho dia 31 de agosto. Com presença de líderes nacionais e regionais e caravanas de todo o país, o encontro foi mais que político; foi uma verdadeira confraria socialista.

A delegação oficial de São Paulo contou com a presença de dois cubatenses: Rafael Oliveira e Fabrício Lopes, ambos integrantes da Juventude Socialista Brasileira – JSB. Além da agenda da Jornada, os dois aproveitaram a ocasião para trocar experiências com os outros estados.

Veterano em encontros do PSB, Fabrício destaca a participação de Rafael. “Ele [Rafael] me surpreendeu, em todos estes anos todos na diretoria da JSB no estado de São Paulo, pela primeira vez tive a oportunidade de contar com uma bancada homogênea, e o companheiro foi um dos destaques nesse ponto”. Com a participação maciça de chefes da hierarquia socialista, as discussões sobre metas da juventude tiveram um crescimento significativo. “Estar ao lado das nossas lideranças nacionais para discutir política de fato é algo importantíssimo. Não existe outro partido onde esta integração com as lideranças aconteça. Temos um projeto de nação e ele será viabilizado”, ressalta Lopes.

Além de discussões sobre políticas públicas para juventude, a integração teve como centro o projeto de Nação do PSB. Segundo Eduardo Campos, presidente nacional do partido, “o Brasil agora reencontra sua vocação para crescer, de desenvolvimento que se perdeu há alguns anos, quando o País foi submetido a uma política de interesses subjugados”. O presidente avalia que o cenário político hodierno necessita de uma contribuição mais incisiva do PSB. “O incentivo para o povo e as outras forças políticas é o conteúdo da nossa história, o conteúdo programático que vamos defender. Queremos desenhar um projeto verdadeiro para indicar o caminho que nossa Nação precisa trilhar, pelo bem do povo.”

Para Ricardo Coutinho, prefeito de João Pessoa e palestrante no evento, o verdadeiro projeto de governo é a reforma urbana. Muito ponderado, o prefeito ressalta que não é apenas construir casas e mais casas que se faz um reforma desse porte. Perspectiva de piso vital mínimo é essencial para o sucesso de qualquer reforma. “Mais que um teto, precisamos oferecer geração de renda, creches, saúde e educação, tudo isso no seu bairro, próximo da sua casa”.

O encerramento do evento contou com os shows de Chico César, do maestro e pianista Arthur Moreira Lima, e do o grupo pernambucano "Maciel Salu e o Terno do Terreiro".

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

60 ANOS PSB

Socialistas de Cubatão vão às

comemorações de 60 anos do PSB

O objetivo é estabelecer novos contatos e consolidar um projeto para o país


Não adianta a Constituição trombetear que a cidadania e a dignidade da pessoa humana estão entre os fundamentos da República. Não é nem cidadão nem pode ter dignidade o homem que não come nem tem com que alimentar seus filhos. Não será cidadão, nem terá dignidade o menino sem lar, sem escola. Também não será cidadã, nem poderá ter dignidade, a menina-moça obrigada a substituir a escola e a boneca, que a sociedade lhe nega, pelo dinheiro que a mesma sociedade lhe impõe como pagamento pela precoce prostituição...”

Em um brado que é misto de indignação e anseio por uma mudança significativa, a deputada Ana Arraes (PSB-PE) discursa na sessão solene na Câmara dos Deputados, em homenagem aos 60 anos do Partido Socialista Brasileiro. O clamor da deputada, que é sufocado em todos nós dia a dia pela banalização da miséria humana, dá o tom com que as vertentes político filosóficas serão tratadas nas comemorações que ocorrem de 30 de agosto à 1 de setembro na capital federal.

A primeira vertente trata não só de uma comemoração cronológica, mas sim de uma exaltação ao memorial do posicionamento político em rota de constante colisão com o ranço do imperialismo que se impregnou e ainda se alastra por nosso país.

Já a segunda, é transformar este momento histórico em um catalizador para fomentar a implantação de políticas sociais que minimizem o abismo sócio-cultural. O PSB tem, por natureza ideológica, condição de elaborar discussões e planos que agirão na base da sociedade, junto ao povo, através de inúmeros prefeitos e centenas de vereadores por toda a nação.

Enfim, neste misto de euforia e entusiasmo é que os jovens socialistas Fabrício Lopes e Rafael Oliveira integram a comitiva paulista na “Jornada Socialista 40”, na noite desta quarta feira, para as comemorações do Partido em Brasília.

O jovem Fabrício Lopes é dirigente estadual da Juventude Socialista Brasileira há alguns anos, “cubatense nato” como costuma se identificar apesar das diversas viagens, volta a Brasília com o compromisso de reafirmar o PSB como alternativa política para o país. “Nosso compromisso é com o Brasil, chegou o momento de mostrar que, ao contrário do que se propaga, a chama da esquerda está viva, principalmente através do PSB. O Bloco de Esquerda na Câmara dos Deputados mostra isso, agora é a vez de reproduzir nos municípios.”

Rafael Oliveira, que representará o Secretário da Juventude do PSB de Cubatão, Thiago Garcia, afirma que a Baixada Santista terá diversos representantes de peso. “Nosso Secretário Estadual de Juventude [Danilo Otto] e o Coordenador Regional César Orleans estão na delegação oficial, espero aproveitar este momento para estreitar os laços e buscar novas alternativas para a juventude cubatense”.

Durante as comemorações haverá o lançamento do documentário "Diálogos da Liberdade" - PSB sessenta anos - A Semente Germinando, além de presenças ilustres como o escritor Ariano Suassuna, o cantor Chico César, o poeta popular Antônio Marinho, o pianista Artur Moreira Lima, além das diversas autoridades socialistas de todo país.

quarta-feira, 11 de julho de 2007

DIRETAS JÁ NO CONSELHO DE CULTURA DE CUBATÃO

“o homem só envelhece,
quando os lamentos
substituem os sonhos”

Manifesto: Diretas Já!
No Conselho Municipal de Cultura

Por meio desta, queremos manifestar a todos e junto a todos nossa consciência de cidadãos, e requisitar nossos verdadeiros direitos. O direito ao voto, a escolha e mais do que tudo a participação ativa no Conselho Municipal de Cultura das partes realmente envolvidas e interessadas em melhorar a Cultura da população de Cubatão. Partindo deste princípio defendemos não somente a eleição como a participação constante dos movimentos culturais locais.

Todos os artistas são iguais, independente de sua área de atuação, prova máxima da expressividade e pluralidade cultural. Limitar a participação do grande coletivo artístico de nossa cidade diante a votação de seus respectivos representantes junto ao Conselho Municipal de Cultura, nada mais é que segregar, ou seja, censurar a participação da comunidade cultural junto a este “fórum” de debates e proposições. Queremos aqui apresentar a nossas propostas a aqueles que realmente se interessam em transformar de fato o processo cultural implementado nesta cidade.

O objetivo é ampliar o espaço de participação de todos os artistas, impedindo que um pequeno grupo seja favorecido e os demais esquecidos. Do escritor internacional ao malabares de farol, do cantor de boteco ao dono de uma empresa de difusão cultural. Pois todos estes fazem parte da cadeia cultural e merecem ter o direito de votar diretamente em seus representantes.

É necessário acabar com esse funil que existe hoje, onde ao invés de reunir o movimento cultural para debater formas de atuação, acaba por transformar-se em espaço para o debate de “espaço político”. O conselho é dos Agentes culturais da cidade, por isso defendemos hoje que a próxima eleição seja de forma Direta por segmento. Somente assim vamos dar um passo a frente na desmistificação dos verdadeiros representantes do Movimento Cultural.

Propomos ainda as Plenárias Populares de Cultura, a serem realizadas a cada 4 meses com o propósito de avaliar os trabalhos que o conselho vem executando, como também, definir novas linhas de atuação.


É o povo participando, conhecendo e sendo agente modificador da Cultura de sua terra e você artista de Cubatão sendo valorizado, respeitado e informado de tudo que lhe diz respeito.

terça-feira, 29 de maio de 2007

COMEÇA UM NOVO CICLO

Começa aqui um novo ciclo

Novos debates, novas tendências, a partir de agora começa de fato nossa caminhada rumo a transformação, faça você também parte deste coletivo, some forças junto conosco, apresente suas idéias e venha contribuir para mais uma batalha da vida cotidiana.



Se desprenda das correntes do ostracismo, vem pra luta com a gente!

sexta-feira, 9 de março de 2007

"ABRAM AS PORTAS, OH! FOLIA..."

"O carnaval pode para alguns ter terminado, já outros acabou de começar, eu particularmente estou entre aqueles para qual o carnaval nunca termina. Na avenida brilharam estrelas e costureiras, astros e serventes de pedreiros, todos ao mesmo som, produzido pelas mais diversas etinias e naturalidades. A arquibancada vibrante a cada espetáculo apresentado, aplausos a cada inovação que surge, independente de pertencer a escola do coração. Sorrisos e mais sorrisos, mesmo que a chuva insista em cair, não há de se arredar o pé. Choro, só se for de alegria. E mesmo se for de tristeza sempre tem alguem pra confortar."

Este pequeno trecho busca mostrar que não é dificil haver um pouco mais de racionalidade entre as pessoas, pode haver sim a integração de todo um povo quando existe o conceito de que é necessário mudar. Façamos do carnaval a nossa vida.

Faça do carnaval o relacionamento com os amigos de trabalho. Sorria.
Faça do carnaval uma prova de superação. Lute
Faça do carnaval um simbolo da eficiência. Apauda
Faça do carnaval a abertura de novas mentes. Crie
Faça do carnaval, o seu carnaval!

Busque através do cotidiano se inspirar no Enredo da vida, passeando entre os desafios como um Mestre Sala, deixe sua mente ser contagiada pelo Samba do trabalho, bata forte no Surdo do problema e Repique firme as angustias. Imagine as mágos guardadas em uma Caixa de Guerra, escute o soar do apito do Mestre e siga-o. Lá estará a magia...

Viva o carnaval da vida!

Saudações,

Fabricio Lopes